16 de fev de 2007

Dimas, o bom ladrão? por SALETE MARIA E FANKA PEREIRA

Releitura do cordel homónimo de autoria de Francisco das Chagas Batista

De tanto ver injustiça
E também impunidade
O ser que não tem malícia
E faz o bem de verdade
Se sente então compelido
A se tornar um bandido
Ante a iniqüidade.

Tem gente trabalhadora
Honesta e competente
Que tem vida promissora
E vive muito decente
Porém, se vê enganada
Na vida trapaceada
Por jogada inconsequente.

Nenhum comentário: